sábado, 21 de novembro de 2009

Julgamento


Não se culpa o amante
Não se culpa o objeto amado
Tampouco, se culpa o mal-amado
No Amor não há culpados...
...há vítimas.

Lidiane Santana

-
Poema publicado na antologia poética “Novos Velhos Rumos da Poesia”que contém poemas de alguns membros do grupo literário Taba de Corumbê do qual faço parte.

No dia 29/06/09 o
Jornal do Grande ABC publicou uma matéria sobre as publicações literárias em Mauá. E este poema foi citado.



2 comentários: